Arquivo da tag: imoveis

Apartamento 4 quartos no bairro do Carmo – Mont Serrat – Canopus


Apartamento 4 quartos no bairro do Carmo – Mont Serrat – Canopus 

9fcb2d02-dc85-485c-a7a2-3741bb44ae7c

Ao lado de shoppings e comércios – com acesso fácil a bancos, supermercados, padarias, lavanderias, colégios, escolas de natação, idiomas, etc. Aptos de 162 m², 4 quartos, sendo 2 suítes e 2 semissuítes, varanda, 3 vagas de garagem e lazer completo.

Clique nas fotos para ampliar:

Qual a melhor época do ano para fazer lançamentos imobiliários?


Qual a melhor época do ano para fazer lançamentos imobiliários?

casal

Existe muito interesse da parte dos corretores em saber as épocas mais propensas para a venda de um imóvel. Isso acontece porque alguns períodos realmente possuem maior atividade no mercado imobiliário, devido à situação comercial e econômica da sociedade no decorrer do ano.

Saber dessas épocas é crucial para os corretores, pois isso exerce um grande impacto na decisão de compra e venda de imóveis por parte dos clientes. Com os lançamentos imobiliários, isso não é diferente. Por isso, separamos algumas dicas para reconhecer as melhores épocas do ano para esse tipo de negócio:

Quando fazer lançamentos imobiliários

A procura por imóveis é maior no final do ano, dos meados do outono até o final da primavera. Esse período, que corresponde desde julho até meados de novembro, possui mais comercialização de imóveis por uma série de motivos.

O primeiro deles é o fator de deslocamento. Muitas famílias preferem efetuar a compra antes mesmo das férias de verão, pois assim a transação já foi concluída e o período de mudança torna-se mais fácil. Além disso, as famílias precisam buscar matrículas em outras escolas e as crianças necessitam de adaptação ao novo lar.

Além dos fatores geográficos e econômicos, a primavera se mostra excelente para o lançamento de imóveis devido ao fator de beleza. Árvores, plantas, flores e cores em geral tornam-se muito mais vivos durante esta estação, o que embeleza muito mais os panoramas ao redor de uma propriedade, como jardins, parques e locais com vegetações.

Por isso, fazer lançamentos imobiliários entre o outono e a primavera é uma excelente estratégia para aproveitar o interesse do mercado.

Imóveis que vendem em qualquer época

Ainda assim, há propriedades que podem ser vendidas em qualquer época, como apartamentos e condomínios. Entretanto, é muito mais comum encontrar um perfil específico de comprador fora do período ideal de lançamento do imóvel.

Normalmente, esses compradores não possuem obrigações, como escolas e famílias, possuindo um interesse maior na região e nos detalhes internos do móvel. Por outro lado, lançamentos com perfis mais familiares podem ter baixas vendas nesse mesmo período.

Outro detalhe importante é considerar o funcionamento do mercado imobiliário regional. Algumas instituições, como as grandes universidades, podem exercer influência nas épocas de interesse em imóveis na cidade devido ao vestibular e às mudanças necessárias para os estudos. Por isso, é importante considerar a persona do cliente na hora de decidir a época do lançamento.

Fonte: Blog Morecerto.com.br

E você, qual época você considera a mais ideal para vender um imóvel? Conte sua opinião nos comentários abaixo!

Cidades brasileiras vivem bolha imobiliária?


Roubini diz que cidades brasileiras vivem bolha imobiliária

Em texto publicado hoje, ele afirma que bolhas imobiliárias estão surgindo ao redor do mundo – inclusive nos “principais centros urbanos” brasileiros

nouriel-roubini

O economista Nouriel Roubini, famoso por prever a crise financeira de 2008, acaba de publicar um artigo no Project Syndicate em que afirma que bolhas imobiliárias estão aparecendo em grandes centros urbanos do Brasil, Turquia, Índia e Indonésia.

O texto, intitulado “De volta para as Bolhas Imobiliárias”, diz que o que está acontecendo atualmente em muitos países é como “um replay em câmera lenta” do que ocorreu na crise financeira americana, mas por uma série de outros motivos.

Nas economias avançadas, o problema é de taxas de juros extremamente baixos e muita liquidez. A combinação de crescimento e inflação baixos com um excesso de dinheiro no mercado leva a uma valorização excessiva de ativos como imóveis.

Ele cita Canadá, Nova Zelândia, França, Alemanha e vários outros países europeus como exemplos de países vítimas deste processo. Os sinais: aumentos constantes de preços em relação à renda total e de dívida imobiliária em relação a dívida total.

No caso dos emergentes, “a situação é mais variada”.  Países com maior renda per capita, como Israel e Hong Kong, estão inflando a bolha ao deixarem suas taxas de juros muito baixas para evitar valorização de suas moedas.

Brasil, Turquia, Índia e Indonésia são citados como países de alta inflação, acima da meta do Banco Central. Em comum, urbanização acelerada que faz com que demanda por imóveis supere a oferta – empurrando os preços para cima.

Ele afirma ainda que as bolhas “não estão prestes a estourar por enquanto, porque as forças que as alimentam ainda estão em plena operação”. Segundo ele, as autoridades de regulação estão mais atentas desta vez, mas enfrentam constrangimentos políticos para lidar com a questão.

Por:  , de 

 

Investimento no setor hoteleiro de BH – BRISTOL CENTER


Investimento no setor hoteleiro de BH vai muito além da demanda para a Copa do Mundo Construtoras de imóveis residenciais apostam no segmento e acreditam que há espaço para crescer com a capital se consolidando no turismo de negócios

 

 

testeHá mais de 10 anos não se via um hotel ser erguido em Belo Horizonte. Por ser um empreendimento caro, torna-se desafio emplacar um projeto. O cenário mudou temporariamente com a Lei Municipal 9.952, de 2010, voltada para a Copa do Mundo, que aumentou em até cinco vezes o potencial construtivo dos terrenos, tornando possível a ocupação de áreas nobres, inclusive, onde o preço do metro quadrado inviabilizava o investimento. A iniciativa que vai elevar a oferta de leitos para turistas chegou ao fim, mas as construtoras que enxergam além do evento esportivo já esperam uma nova oportunidade para ajudar a cidade a se consolidar como capital do turismo de negócios.

Somam-se hoje 34 empreendimentos hoteleiros em construção na cidade. “Vamos ter um ciclo novo de ofertas e a demanda vai se adequando a partir daí, mas os melhores hotéis vão manter uma boa performance mesmo depois da Copa do Mundo”, aposta o consultor estratégico na área de desenvolvimento de novos hoteis Maarten Van Sluys, da JR & MvS Consultores Especializados. O especialista acredita que prédios modernos, bem localizados e com preço convidativo devem atrair hóspedes sem depender da movimentação gerada por grandes eventos. Os hotéis antigos, por outro lado, poderão ter dificuldade para se manter na ativa, já que a concorrência ficará mais acirrada.

BRISTOL CENTER HOTEL

Minas Gerais é o segundo polo turístico do Brasil. Um estado com estabilidade e grande expectativa de crescimento nos próximos anos. Sede dos jogos da Copa das Confederações em 2013, será destaque na organização da Copa do Mundo de 2014. Belo Horizonte tem o quarto maior PIB entre os municípios brasileiros.

Fundada há 25 anos em Minas Gerais, a Rede Bristol de Hotéis é referência em tradição, qualidade e comodidade. Com mais de 20 hotéis em construção no país, até 2014, a rede tem capital 100% nacional e tem oferecido a seus investidores alta rentabilidade, taxa de ocupação acima da média do país e baixo custo operacional, além de toda a credibilidade, transparência e a confiança da marca Bristol.

BODAS DE PRATA! 25 ANOS ADMINISTRANDO HOTÉIS NO BRASIL

 

Clique aqui para conhecer o BRISTOL CENTER HOTEL

hoteltopo

hotel2

 


O Bristol Center Hotel é conveniado com as maiores empresas do país, o que garante ocupação durante todo o ano.

As outras bandeiras internacionais te mostram a simulação da ocupação, diária e rentabilidade. A mineira Rede Bristol te apresenta a realidade. Acompanhe os gráficos das unidades Bristol já existentes em Belo Horizonte.

A Rede Bristol faz parte da Allia Hotels, a maior rede brasileira de hotéis.

Com mais de 60 anos de experiência acumulada, a Allia Hotels conta com 34 hotéis em operação, mais de 3.000 unidades habitacionais (UHs) e cerca de 1.600 colaboradores. Em número de hotéis, está posicionada como a terceira maior rede do país, com presença em cinco estados brasileiros: Maranhão, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, além do Distrito Federal.

A Allia Hotels traçou um plano ousado de expansão, com a captação de cerca de R$ 1 bilhão para, até o fim de 2015, operar 80 hotéis, com a abertura de novos empreendimentos e a modernização dos atuais.

INVESTIDOR

Saiba porque investir no Bristol Center Hotel.

  • Arquitetura
    O Bristol Center Hotel se tornará o referencial arquitetônico da região.
  • Perto de tudo
    A localização é estratégica, de fácil acesso aos principais corredores de tráfego e com facilidade de deslocamento para toda a cidade.
  • Eventos
    Os eventos internacionais que se aproximam colocarão a cidade em evidência mundial, no centro dos acontecimentos. E Belo Horizonte, hoje, já é um importante centro de feiras e congressos.
  • Turismo de negócios
    Há uma crescente demanda por hospedagem em hotéis em Belo Horizonte, resultado do turismo de negócios, que aumenta a cada ano. Estar próximo dos locais de eventos e das facilidades de transporte que existem no entorno é um excelente benefício.
  • Vantagens
    Além de estar numa região carente de novos hotéis, o Bristol center Hotel tem o melhor preço entre os lançamentos hoteleiros da sua categoria. É o respeito a você, ao seu bolso, ao seu investimento. Porque só quem compra bem pode ter o melhor retorno.

Bristol Center Hotel. Onde todo mundo vai estar e você também não pode perder.

Boulevard Arrudas com Carijós, ao lado do Parque Municipal.

Para quem viaja a trabalho, é fundamental evitar perder tempo com grandes deslocamentos. O Bristol Center Hotel fica próximo de tudo e ao lado dos principais corredores viários da cidade:

  • Ao lado do Parque Municipal, do Palácio das Artes, da Serraria Souza Pinto e da área hospitalar.
  • Próximo da Praça da Estação, da Estação Central do Metrô, do Museu de Artes e Ofícios, da Praça Sete, da Prefeitura e dos Correios.
  • Próximo aos shoopings Boulevard, DiamondMall, Cidade e dos principais bancos, bares, restaurantes, universidades e supermercados.
  • A poucos minutos da Rodoviária de Belo Horizonte e do Mercado Central.
  • Localizado na Linha Verde e com fácil acesso ao Aeroporto de Confins.

A localização é um grande diferencial do Bristol Center Hotel.

  • 16 pavimentos
  • Área construída de 11.465 m²
  • 200 apartamentos
  • Internet banda larga e wireless livre em todo o Bristol Center Hotel
  • Equipe capacitada, envolvida no atendimento 24 horas
  • Fitness Center
  • Salões para eventos
  • Estrutura completa para convenções, palestras e seminários, com 340 m²
  • Restaurante de cozinha internacional
  • Cobertura com piscina de borda infinita
  • Apartamentos confortáveis e espaçosos
  • TV a cabo
  • Café da manhã com quitutes mineiros – incluído na diária
  • Serviço de lavanderia
  • Garagem coberta rotativa
  • Espaço sob o Viaduto Santa Tereza
  • Paisagismo imponente
  • Obras iniciadas