Medidor individual de água


Medidor individual de água em edifícios reduz atritos entre moradoresSistema ainda contribui para valorizar o imóvel na hora de vender

Diretor da Construtora Valle Ribeiro, Igor Ribeiro diz que o medidor individual pode pesar na decisão de compra do imóvel (Edésio Ferreira/EM/D.A Press
)
Diretor da Construtora Valle Ribeiro, Igor Ribeiro diz que o medidor individual pode pesar na decisão de compra do imóvel

Ele evita o desperdiço de água, reduz os custos do condomínio e acaba se tornando uma preocupação a menos, melhorando a convivência entre os moradores. O medidor individual de água tem se tornado um detalhe importante para as construtoras e para quem deseja comprar um apartamento.

A discussão tem certa força no mercado imobiliário e já se tornou projeto de lei na Câmara dos Deputados. O PL 2.457/2011, entre outras providências, permite aos municípios decidir sobre a adoção do sistema de hidrômetros individuais. O projeto está para ser votado na Comissão de Minas e Energia da Casa. Mesmo ele estando em tramitação, algumas construtoras já se adiantam e instalam esses equipamentos nas construções em geral.

Segundo o diretor comercial da Construtora Valle Ribeiro, Igor Valle Ribeiro, a medida ajuda também a valorizar o imóvel e pode, ainda, ser um fator que pesa na decisão de comprar o imóvel. Ele explica que o custo da instalação de medidores individuais é maior, mas o valor é revertido em economia para os condôminos e até em benefícios para o meio ambiente. “O construtor acaba tendo mais despesa do que em uma construção convencional, mas ela é pequena perto do ganho que o condomínio terá”, destaca Igor. Os últimos três empreendimentos da empresa contam com medidores individuais.

O diretor da Welmag Incorporadora, Wellington Batista, frisa que a medida motiva a adquirir um imóvel. “O medidor individual agrega muito na hora da venda do imóvel porque o fato de você não ter que compartilhar o custo da água com os seus vizinhos dá uma segurança maior de adquirir o apartamento”, diz. Segundo ele, a instalação de medidores individuais tende a crescer no mercado. “Acredito que é uma tendência, pois a maior parte das construtoras está instalando esses equipamentos e os prédios que não tiverem podem ser vistos com um olhar diferente pelos clientes e pelo mercado.”

MAIS JUSTO 

A gerente comercial Maria Toledo adquiriu, com o marido, um apartamento num prédio com hidrômetros individuais. Eles vão se mudar em breve e, segundo Toledo, a mudança foi uma medida para tentar tornar mais justo o pagamento da conta de água. “Temos no prédio atual áreas privativas com jardim e tem apartamentos com mais moradores. O nosso consumo de água é muito menor, mas acabamos pagando mais porque não há divisão”, diz.

Ela conta que os hidrômetros individuais no prédio onde comprou o apartamento foram um dos requisitos para a escolha. “É um problema que eu garanti que não vai acontecer mais porque é incômodo ficar se preocupando com quem está gastando mais água ou não”, afirma.

O corretor de imóveis José Gastão Ávila Santos também comprou um apartamento com medidor individual, mas para investimento, e não moradia. Ele acredita que o sistema valoriza o imóvel e ajuda a reduzir a taxa de condomínio. “A taxa (de condomínio) tem um peso importante, porque o custo de moradia hoje não é só o da aquisição, mas também os mensais. O valor do condomínio mais barato ajuda na liquidez desse imóvel, seja para locação ou para venda.”

Por: Sara Lira – Estado de Minas
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s