Motivaçao é trabalhar em uma empresa vencedora…


Eu não sei se é porque o Brasil é o país do carnaval, da cerveja no happy hour, da pizza para resolver os problemas, da sacanagem geral, não sei, só sei que a turma por aqui acha que “motivar os funcionários” é sobre pendurar uns balões coloridos na entrada da empresa, promover um café da manhã reforçado, cantar parabéns para os aniversariantes do mês, contratar algum palestrante palhaço para fazer a turma se abraçar e chorar no final.

É claro que nenhuma dessas besteiras realmente funciona.  Quando o pallhaço termina de falar, ou a bandeja de pão de queijo já era,  a turma volta a ser como era antes sem qualquer ferramenta prática para ajudá-los no dia-a-dia.  

A grande verdade é que a melhor maneira de motivar um funcionário é vencer, e não cantar parabéns!  Os funcionários querem ser convidados para a festa de celebração do crescimento da empresa, ou para o happy hour da conquista daquele sonhado cliente;  ninguém tem tempo a perder com papo furado e festinhas feitas para fazer o funcionário se motivar independente da empresa em que ele trabalha ser um lugar confuso e sem perspectivas de crescimento. 

Esquece a motivação dos funcionários, concentre-se em prover direção para que os funcionários consigam vencer. 

Como fazer isso?

1. Você precisa definir claramente qual é a direção da empresa.  “Aumentar as vendas”, “Dobrar de tamanho”, “Vender Microsoft”, “Prestar serviços de suporte técnico” não são metas, e não refrescam em nada a vida de um funcionário. Direção ou Meta é sobre ser específico e mensurável.  Quando alguém te perguntar, “Você já bateu a sua meta?”, a sua resposta tem que ser “sim” ou “não”, quando você responde “não sei”, é porque você não tem a mínima idéia sobre para onde está caminhando, e pior, os seus funcionários sabem menos ainda, e por isso, não conseguem te ajudar a atingir a meta, e como não conseguem fazer nada, não se sentem produtivos, e com o tempo, ficam desmotivados. 

Ninguém gosta de ser inútil, ninguém gosta de trabalhar em um lugar que não tem perspectivas de crescimento, a questão é tá faltando direção.  O problema das pessoas NUNCA é falta de motivação, e sim falta de DIREÇÃO. 

2 .Você precisa estimular os funcionários a criarem suas próprias metas. Eu sei que você sabe que você não tem a mínima idéia sobre o que cada um dos seus funcionários deveriam fazer. Você, provavelmente, tem uma vaga idéia – desatualizada é óbvio – , mas, se parar para pensar, a melhor pessoa para dizer o quê tem que ser feito é o próprio funcionário.  Você precisa sentar individualmente e regularmente com cada um dos seus funcionários e ajudá-los a clarear seus planos individuais de atividades. Uma simples conversa de 30 minutos a cada 10 dias sobre metas e direção é o suficiente para dar o gás individual necessário em cada funcionário. 

3. Você precisa dizer aos seus funcionários qual é a sua expectativa sobre eles. A grande maioria dos empreendedores que conheço são reféns de funcionários. Não seja assim. Forneça feedbacks específicos sobre tarefas que você espera que sejam feitas,  sobre habilidades que você espera que eles tenham, se for o caso, forneça oportunidades de treinamento.

4. Você precisar demonstrar que se importa. O funcionário precisa perceber que você se interessa pelo trabalho que ele faz, o funcionário precisa perceber que você tem um interesse genuíno em ajudá-lo com a sua carreira, o funcionário precisa perceber que você tem interesse em ajudá-lo a fazer suas idéias andarem para frente, o funcionário precisa perceber que você cobra resultados porque acredita que ele pode contribuir mais, o funcionário precisa perceber que você se interessa por ele como ser humano e não apenas como funcionário. 

5. Você precisa oferecer oportunidades de aprendizado. É incrivelmente ridícula a quantidade de horas que os funcionários de uma pequena e média empresa brasileira são submetidos anualmente. É algo como 5 horas por ano!!! Ridículo!!! Como você espera que um funcionário se transforme em um excepcional profissional se o cidadão não é submetido a praticamente nenhum tipo de treinamento?  Treinamento é um processo contínuo, um evento isolado não resolve nada.  O funcionário precisa perceber que o aprendizado nunca termina na empresa. Você precisa intitucionalizar o treinamento e o aprendizado como parte do negócio da empresa.  Avalie e ofereça oportunidades de cursos, workshops, treinamentos para todos os funcionários, avalie as opções de e-learning que existem hoje, use um mix de diferentes abordagens de aprendizado como blogs, videos, redes sociais, eventos presenciais, online, estudo de casos de sucesso e fracasso. 

Eu sei que tudo isso é muito difícil de fazer.  Tem que botar o dedo na ferida, encarar os problemas de frente, desenvolver conversas profundas com os funcionários, enfim, tem que gostar de pessoas; se você não tiver “paciência” ou “tesão” para tocar esse tipo de atividade, não se preocupe, você sempre terá a opção de contratar um palestrante palhaço ou chamar a padoca mais próxima do seu escritório para prover o café da manhã com quitutes. O problema é que você terá que fazer isso todos os dias, afinal, o efeito termina quando o suco de laranja termina. 

E vamos que vamos, o pão de queijo está quentinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s