Retençao de talentos


Não sou adepta de “receitas prontas” e nem de “cartilhas” para serem seguidas quando o assunto é aprimorar a política Recursos Humanos de forma que possibilite reter talentos, mas na prática a busca por um ambiente empresarial agradável e motivador é um caminho sem volta, exigido pelos funcionários e pelo mercado atual. Como tenho sido questionada sobre como efetuar um trabalho que não exija muito investimento financeiro para reter talentos e que surta resultado; vou tentar auxiliar esses RHs mais jovens que tem sob sua incumbência esse desafio.

A retenção de talentos é uma dificuldade em todas as empresas, independentemente do seu porte, pois pessoas tendem a ficar mais tempo trabalhando nas melhores empresas e mais motivantes, o que já é uma grande vantagem competitiva hoje. Sabemos que falta de dinheiro não é desculpa para empresa não ser um bom lugar para se trabalhar. Há uma infinidade de medidas que melhoram o ambiente de trabalho e que não exigem grandes investimentos financeiros; com freqüência significa descentralização do poder, porque é comum que todas as decisões importantes, fiquem a cargo exclusivamente do proprietário, diretor ou gerente.

Há atitudes de lideres que podem melhorar o ambiente interno e,conseqüentemente, o resultado financeiro. Quando a empresa é muito centralizadora, independentemente do porte , é necessário modernizar a gestão. Geralmente parte do problema está no estilo centralizador, com regras impostas de cima para baixo. É preciso mostrar que a empresa está tão focada só no corpo da empresa, no tangível, nos resultados que esquece de investir na alma da companhia, nas pessoas.

Para essa mudança o melhor é trabalhar com os Valores da Empresa, estabelecendo uma Carta de Valores onde todos possam, a seu nível, estarem envolvidos e partícipes. Essa Carta deve envolver novas normas de conduta e ética da empresa.

Mudar o estilo de gestão não é nada fácil; a transformação não acontece da noite para o dia. Os funcionários, por exemplo, reclamam que os líderes não seguem os novos princípios. Eles usam a Carta de Valores na hora de cobrar, mas eles próprios não os exercem. O jeito, então, é trabalhar toda a equipe com muitos treinamentos. Talvez nem todos se adaptem e tenham que ser substituídos; mas o importante é formar uma nova equipe cheia de vontade e motivação.

Há algumas práticas simples e já consagradas que ajudam as empresas a se tornarem um lugar interessante e motivador para trabalhar. Vamos a elas :

Se quiser intensificar a credibilidade da empresa ou do RH

• Crie um Blog na intranet onde os funcionários possam debater sobre os mais diversos assuntos da empresa,

• Promova periodicamente eventos que reúnam todos os colaboradores, fixos e terceirizados, no qual executivos apresentam resultados e metas, assim como novos produtos e serviços,

• Apresente também aos fornecedores o código de conduta e ética da empresa,

• Permita que, periodicamente, um grupo de funcionários discuta com o presidente se a Carta de Valores está coerente com os valores que ela pratica,

• Avalie por meio de treinamento qual seria a atitude do funcionário no caso de uma situação conflitante com os valores da empresa.

Se desejar que a equipe se sinta respeitada

• Promova uma gincana pela intranet que estimule o conhecimento sobre campanhas e ações internas,

• Ofereça horário flexível de trabalho para quem estuda,

• Implante reuniões periódicas entre os líderes e o presidente da empresa para discutir normas relacionados à gestão de pessoas,

• Crie um programa que mensalmente reconheça os funcionários com melhor desempenho,
• Permita que os universitários façam palestras aos colaboradores sobre temas que estão estudando e que tem a ver com seu trabalho na empresa.

Se quiser garantir imparcialidade de tratamento aos funcionários

• Estabeleça um programa de avaliação de desempenho em que o funcionário define suas metas e objetivos com seu superior imediato,

• Apresente o resultado da pesquisa salarial de mercado e o reajuste interno em reuniões formais de presença voluntária,

• Promova reuniões mensais de feedback entre gerentes e funcionários,

• Divulgue aos colaboradores pelo menos metade das vagas existentes, o que dá a eles a possibilidade de crescimento,

• Crie um canal de comunicação para que os funcionários possam tirar dúvidas, fazer críticas e também denúncias, sem obrigatoriamente ter de se identificar.

Se buscar que os colaboradores se orgulhem do próprio trabalho

• Promova visitas de familiares dos funcionários à empresa,

• Implante um rodízio que permita que os colaboradores conheçam os outros departamentos e o que os colegas fazem,

• Realize pesquisa de satisfação dos clientes e compartilhe o seu resultado com todos os funcionários,

• Desenvolva o material publicitário da empresa em parceria com os colaboradores,
• Compartilhe com a equipe toda premiação recebida pela companhia ou mídia efetuada.

Se quiser estimular um clima de camaradagem na empresa

• Peça que os gerentes e a equipe recebam os novos funcionários com um café da manhã, para facilitar a integração,

• Crie um programa para que o novo colaborador tenha como padrinho um funcionário mais experiente, que ficará responsável por orientá-lo nos primeiros meses de trabalho, assim como ajudá-lo a se inserir socialmente na empresa,

• Permita que o funcionário que mudará de área fique de duas a três semanas acompanhando o dia-a-dia do seu futuro departamento,

• Convide ex-colaboradores para a confraternização anual,

• Promova reuniões bimestrais dos estagiários, visando estreitar seu relacionamento com os pares que trabalham em outras áreas.

Vejam que a maioria dessas práticas não requer investimentos financeiros vultosos mas sim um trabalho cuidadoso e planejado por parte do RH que além do planejamento e implementação deve estar participando e acompanhando o processo. Pessoas gostam de serem vistas e consideradas, portanto nada melhor para a alma da empresa do que ser envolvente e pulsante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s